quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Aquarela


A Pedagogia Waldorf, com seu enfoque artístico, é um caminho para desenvolver o uso da imaginação e a estimulação da fantasia, pelas quais a criança desenvolve seu potencial criativo e as faculdades anímicas que lhe possibilitam enxergar o mundo de maneira artística.


Mas o que é  enxergar o mundo de maneira artística?


Na prática, ao ouvir um conto de fadas, narrado artisticamente pelo professor Waldorf, a criança forma ativamente imagens em sua  alma. Essas imagens surgirão no momento em que ela for solicitada a desenhar ou pintar o que lhe foi transmitido através das palavras. O exercício constante dessa e de outras atividades artísticas fortalecem suas potencialidades de criação, pelo fato de que, nessas ações, reside a maneira diferenciada de enxergar o mundo. O intelecto infantil não será, por esse método, solicitado a trabalhar antes que as forças da fantasia e da imaginação sejam postas em ação. Por esse caminho, é possível que o intelecto, ao ser, posteriormente,  solicitado seja capaz de unir o conhecimento e a arte, através de uma  observação artisticamente desenvolvida para a elaboração de conceitos.


Rudolf Steiner afirma que a força plástica que transforma o pensamento em imagens é o início do processo meditativo. A partir dele, a inteligência conduz à arte e o pensamento se eleva à imaginação. 


Um esforço de concentração no sentido de transformar essas forças plasmadoras em um estado meditativo, pode transmutar a imaginação ao nível de inspiração. A consciência moral se forma, nesse nível, demonstrando a importância de um desenvolvimento artístico e imaginativo. A religiosidade surgirá como a etapa seguinte no caminho do conhecimento para a arte.



A intenção é que as crianças vivenciem a cor, e não a forma. Segundo Goethe, as cores possuem qualidades capazes de proporcionar vivências emocionais e é esta a intenção no trabalho com a aquarela. Antes de dominar a técnica, busca-se a vivência do sentimento causado pelas cores. A criança é convidada a brincar com as cores. O sentido lúdico é motivado pelos contos que introduzem a atividade oferecida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário